Segunda-feira, 4 de Julho de 2005

O meu sonho.

IMG257.jpg

Como será acordar ao lado do homem que amamos?

Como será adormecer enrolada nas suas pernas quentes, encaixada no seu colo, com os seus braços em meu redor?

…

Adormecida, gostaria de acordar pelo prazer do teu toque, do teu respirar, dos teus beijos suavemente depositados no meu corpo.

Deixar-me ia usufruir das tuas carícias, das tuas mãos atrevidas e conhecedoras dos meus recantos, curvas e segredos.

O teu corpo excitado encostado em mim, far-me-ia virar, descer sob os lençóis e provar o teu prazer intumescido.

O nosso quarto iluminado por velas de mil cores, incendiado de perfumes almiscarados, invadido por pétalas de flores, na expectativa de momentos a dois.

Relaxaria imersa na água que acolhe o meu corpo, onde me irias tomar pela mão, onde me ergueria para ti. Nas tuas mãos uma toalha felpuda envolveria o meu corpo, para me embalares no teu colo seguro.

Deitarme-ias na cama, e sossegado ias tomar o teu banho, de onde sairias nú para mim.

Do frigorífico retiravas o champanhe gelado, doce como eu gosto, dois copos altos seguros na tua mão, as luzes que apagarias, o nosso quarto envolvido pela luz da noite quente, pelos limites dos nossos corpos.

A toalha, solta do meu corpo, jazia no chão, as tuas mãos levantam-na e com ela secarias as últimas gotas da água solta pelo meu cabelo.

Encostado na cabeceira da cama, puxas-me para ti, onde entre as tuas pernas o meu corpo repousa.

As tuas mãos, que tocam o corpo que amas, que conheces e que te excita, param nas cicatrizes do meu ventre, no sinal negro junto ao umbigo, por onde docemente correm os teus dedos.

Espalmadas, quentes e secas as mãos que amo acariciam-me os seios, onde os mamilos escuros turgem pelo prazer que sinto.

A minha excitação, o meu prazer, a minha vontade de ser tua, e ter-te comigo.

Sussurras que me amas, que te sentes feliz quando me tens ao teu lado e sem me pedires esperas o momento do meu render, do desejo que procuraste em mim.

…

Assim imagino as nossas noites de amor, de paixão, de sexo, de companheirismo, de sedução cúmplice e partilhada.

Sou tua, porque nada me pedes ou exisges, apenas porque te amo.

…

Será assim?

O meu sonho é assim.

publicado por eu34 às 14:07
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.estou por aí... entre a realidade e os sonhos....

.pesquisar

 

.Dezembro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Até lá...

. Análise

. Pergunto...

. Alice perdeu o amor.

. Quarto sem luz ...

. Inocência perdida.

. Espaço vazio.

. Resistir (sem data de reg...

. Li algures...

. A olhar a minha rua.

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.subscrever feeds