Quarta-feira, 16 de Março de 2005

Sem título, porque não precisa...

Porque será que não tenho a força que preciso para negar o que não quero?

Porque será que hoje sabendo que estou triste e desapontada não me deixo pensar nisso? Porque não quero perceber que fui a pessoa horrível que não quero ser?

Será que não cresci ainda o suficiente? Tenho mesmo de sofrer?

Mesmo conseguindo sorrir e estar de cara limpa...

Mesmo assim sei que estou apenas a fingir... e ninguém percebe.

Apenas eu.
publicado por eu34 às 10:34
link do post | obrigada pela visita | favorito
23 comentários:
De Anónimo a 17 de Março de 2005 às 00:48
Participa no meu Concurso "Honey Blog" em http://miriamconcursos.blogs.sapo.pt Miriam
(http://miriamconcursos.blogs.sapo.pt)
(mailto:sol22lua@msn.com)
De Anónimo a 17 de Março de 2005 às 00:12
Crescer não implica deixar de sofrer... mas sim ter sofrimentos diferentes, ou vistos com outros olhos.
Um beijo
DanielDaniel Aladiah
(http://aladiah.blogspot.com)
(mailto:aladiah2005@hotmail.com)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 21:52
Todos nós erramos e gostavámos que determinadas coisas fossem diferentes. Mas o lado positivo do erro é reconhecê-lo e evitá-lo. Só depende de nós. Valerá a pena seguirmos um caminho que nos deixe mal com a nossa consciência. Podes sempre acordar um dia e decidir que vais ser diferente e esse será o primeiro dia do resto da tua vida. Crer é poder! Força, faz o que estiver de acordo com a tua consciência. B´jinho.blogui
(http://eotempovaipassando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:blogui@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 20:42
Muitas vezes não nos sentimos bem, muitas vezes fingimos, embora para mim esse não seja o melhor caminho, muitas vezes até o precorro. Gostei do teu blog =)Ocean
(http://www.openroad.blogs.sapo.pt)
(mailto:ocean_cool@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 20:11
As Escritas do Mestre

O Comandante Guélas é o Profeta do Levante, que pugna, acima de tudo, pelos grandes valores universais, transcendendo culturas, países e religiões. Na sua obra oral, além da paixão pela sua figura no espelho, encontram-se ecos da poética Sufi e Paço Arquiana, sobretudo Milhista. No entanto, a todas incorporou com um sentido muito próprio, dizendo a este propósito:

"A minha doutrina diz que apenas existe uma única religião abstracta e absoluta, na qual as manifestações são múltiplas - o Guélanismo. Porque somos todos filhos de Paço de Arcos, e as diversas ruas representam os diferentes dedos da única mão amorosa do Guélas Supremo, que se dirige na vossa direcção com ardor, para nos guiar à braguilha das calças".

Brigada Balatuca
(http://www.riapa.pt.to)
(mailto:riapa@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 16:37
inconfidente: que bom teres voltado! eu33
</a>
(mailto:biquinha@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 16:23
Quantas vezes não nos sentimos assim?inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 15:50
Azorboy: e há dias, como o de ontem, em que descubro em mim uma capacidade enorme de ser má. E eus sei que nem sou assim. O que me leva então a procurar e a viver algo que sei que não é o melhor para mim? Será que espero ser castigada e finalmente poderei renascer?... eu33
</a>
(mailto:biquinha@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 15:47
Docerebelde: estou farta de ser quem querem q eu seja, e nem q fosse por um dia eu deveria poder ser eu... Mas acredito que seja difícil reconhecerem em mim alguém q não sabiam q existia... Reconheço-lhes essa dificuldade.eu33
</a>
(mailto:biquinha@sapo.pt)
De Anónimo a 16 de Março de 2005 às 15:47
á dias assim...e nem devia-mos levantar da cama....dias q por mais q fazemos...sofremos...ás vezes sinto-me assim...como se pertencesse a outro mundo...como se tudo estivesse contra mim....e apetece gritar....PORRA DE VIDA......jinhosAzorboy
(http://livretransito.blogs.sapo.pt)
(mailto:marco_Azor@sapo.pt)

Comentar post

.estou por aí... entre a realidade e os sonhos....

.pesquisar

 

.Dezembro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Até lá...

. Análise

. Pergunto...

. Alice perdeu o amor.

. Quarto sem luz ...

. Inocência perdida.

. Espaço vazio.

. Resistir (sem data de reg...

. Li algures...

. A olhar a minha rua.

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.subscrever feeds