Quarta-feira, 18 de Maio de 2005

Fim do dia...

tnOceanos26.jpg

Gosto do mar. Muito. Nem sei porquê! Tenho um pavor imenso às suas águas.

Talvez nem seja medo. Apenas o respeito devido a um Poder maior.



Quando caminho pela areia, gosto de senti-la debaixo dos meus pés, e por isso tenho um caminhar pesado e duro.

Quando olho para trás vejo as minhas pegadas, quase nunca desfeitas, pois o mar fica demasiado longe para a minha (pouca) coragem.

E de alguma forma sinto-me parte da paisagem e do que me levou até ali.



Hoje que está um dia de sol intenso e quente recordei os dias em que caminhei gelada, o vento norte da praia que me derrubava e logo reforçava a vontade maior de o vencer.

Olhava para o horizonte longínquo tentando perceber se o que sentia no rosto frio era os respingos da água salgada, ou as gotas da chuva que ameaçava chegar.



Nunca me importei com o desconforto da roupa molhada, dos cabelos desalinhados, ou até do calçado perdido e o caminhar descalça até ao carro.

O conforto recebido, sem cobrança de vento, areia ou das ondas do mar, era tão grande e tão necessário que recordo o sorriso que me acompanhava pelos dias que se seguiam.



Nada podia retirar o prazer sentido, as sensações vividas e a força renascida.



Hoje vou à praia, não para caminhar, apenas para me deitar e receber os raios do sol de um fim de dia soalheiro e quente. Vou ouvir as ondas fortes que empurram a areia da minha praia e me fazem feliz.



Talvez até encontre um Pôr do Sol lindo.

Hoje ao fim do dia é isso que vou fazer.

publicado por eu34 às 17:33
link do post | obrigada pela visita | favorito
|
16 comentários:
De Anónimo a 23 de Maio de 2005 às 22:45
Ora viva Cara Eu33... Como observador que sou, reparo constantemente em quem está diante do mar, quase sempre a olhar em frente como se mais nada houvesse em volta. Nunca percebi esta relação de contemplação que certas pessoas têm para com o mar, nem tão pouco o porquê de quase sempre estarem sozinhas. No entanto, não imagino a praia sem estas pessoas, como se além do mar e da areia ou do vento e do sol... também elas fizessem parte da praia. Vou quase todos os dias à praia e gosto de ver a ver assim... contemplada por quem é observado por mim. Um abraço... SHAKERMAKERshakermaker.blogs.sapo.pt
(http://shakermaker.blogs.sapo.pt)
(mailto:honkytonkwomen@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Maio de 2005 às 15:07
O mar é lindo apesar de frio, gigante e poderoso. Não passo sem ele.imar
(http://www.falabaixinho.blogspot.com)
(mailto:is@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Maio de 2005 às 01:45
Tão simples não é?? e ao mesmo tempo tão reconfortante..Daniel
(http://seedsof.blogspot.com)
(mailto:seedsof@hotmail.com)
De Anónimo a 21 de Maio de 2005 às 23:14
GOSTEIJOAO
</a>
(mailto:joaopaulobras@sapo.pt)
De Anónimo a 21 de Maio de 2005 às 15:16
eu tb gosto do mar...e tenho pavor...n sei nadar...mas adoro a praia...passear com alguem q gostamos...mesmo á noite....jinhosAzorboy
(http://livretransito.blogs.sapo.pt)
(mailto:Azorboy@gmail.com)
De Anónimo a 21 de Maio de 2005 às 13:15
também gostava de neste momento conseguir encontrar uma serenidade qualquer que me reconfortasse...
Bom, não sei porquê, hoje sonhei que te conhecia...lol o engraçado é que, como é claro, nem sonho como sejas....e ali estavas tu:p
beijos* ** Vampiria
(http://www.childrenofglamour.blogs.sapo.pt)
(mailto:pppp@hotmail.com)
De Anónimo a 20 de Maio de 2005 às 21:45
Olá!!
Passo só para desejar um optimo fim de semana.Gonçalo
(http://www.norastodasondas.blogspot.com)
(mailto:goncalo_t@hotmail.com)
De Anónimo a 20 de Maio de 2005 às 19:24
eu perco-me a obervar o mar, perco-me com o por do sol... á beira-mar.
mas nao suporto a praia no verao... bah!http://diariode1filhodaputa.blogs.sapo.pt/
(http://diariode1filhodaputa.blogs.sapo.pt/)
(mailto:diario.fdp@sapo.pt)
De Anónimo a 20 de Maio de 2005 às 17:58
Hoje ao fim do dia é isso que vou fazer:
Pendurar-me no Sol...
Luís
(http://rotacaodostempos.blogs.sapo.pt)
(mailto:0164378702@netcabo.pt)
De Anónimo a 20 de Maio de 2005 às 17:44
Eu também tenho uma relação de amor/medo com o mar como tu.
Nunca me aventurei mais do que a água à altura do peito, muito embora eu saiba nadar bem (nasci à beira da água...).
E preciso do mar para o meu equilíbrio emocional. Não me perguntes porquê, porque não sei.
Beijo*** e bfs.NILSON
(http://nimbypolis.blogspot.com)
(mailto:nimby33@hotmail.com)

Comentar post

.estou por aí... entre a realidade e os sonhos....

.pesquisar

 

.Dezembro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Até lá...

. Análise

. Pergunto...

. Alice perdeu o amor.

. Quarto sem luz ...

. Inocência perdida.

. Espaço vazio.

. Resistir (sem data de reg...

. Li algures...

. A olhar a minha rua.

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.subscrever feeds