Quarta-feira, 23 de Março de 2005

Dor



Lágrimas que caem e que ninguém vê.
Lágrimas derramadas a cada instante que vivo.

Hoje choro.

Choro pela mulher que não sou.
Choro pela mulher que gostava de ter sido.
Choro pelos sonhos que perdi.
Choro pelos sonhos que desisti de sonhar.

Hoje choro.

Choro pelo homem que não amo.
Choro pelo homem que me ama.
Choro pelo homem que amei e
Ainda amo.
Choro pelo homem que não me ama

Hoje choro.

Porque vi o que não quero ver.
Porque sou quem não quero ser.

Hoje choro.

Pela minha cobardia.
Pela minha falta de coragem.
Pelos dias que passam.
Pelos dias que deixei passar.

Hoje está a doer demais.

publicado por eu34 às 15:13
link do post | obrigada pela visita | favorito
|
12 comentários:
De Anónimo a 30 de Março de 2005 às 13:05
Este poema é um bocado grande e louco da tua vida. Será?
Vamos supor que sim!
A vida que escolheste é tortuosa e, por isso, mais dificil de trilhar. Mas o "jogo" em que estás a participar é recheado de grandes coisas, de momentos onde estarás a colher fartas emoções, fortes sentimentos. Não há cobardia nas opções que se tomam! Não há falta de coragem! O estares a sofrer significa que escolheste esse modo de viver! O amor é uma coisa divina. É a coisa mais bela que temos. Porque nós somos isso: AMOR! Porque Deus é isso: AMOR!
Pensa um pouco com o coração. Tens uma filha adorável, com certeza. Apercebe-te do "jogo" que estás a jogar. Procura a alegria naquilo que tens à tua volta, porque deves tê-la, de certeza, e comunga com ela. Fala contigo no silêncio de ti, e sente aquilo que te faz feliz e que te dá tranquilidade. Na estrada da vida que tens à tua frente, TENS aquilo que vieste experienciar aqui.
Só tens que parar na tua quietude os momentos necessários para "ver" aquilo que queres ser! Com a certeza que vais conseguir!
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)
De Anónimo a 24 de Março de 2005 às 19:06
Ora viva Cara eu33... Oxalá haja alguém ou alguma forma de lhe enxugar as lágrimas, ou de estancar o seu sofrimento. Sabe, eu não sou uma boa pessoa para se ter por perto, quando alguém se sente infeliz. Por vezes a minha felicidade, e o esgar do meu sorriso não se coadunam com a infelicidade alheia... o que é uma pena, pois eu sinto-me sempre assim. Para que conste, também lhe desejo uma boa Páscoa,, quando na verdade lhe quero desejar um bom fim de semana. Pode ser mel Cara eu33... um beijo é sempre um beijo, doce ou nem por isso. Outro... SHAKERMAKERshakermaker.blogs.sapo.pt
(http://shakermaker.blogs.sapo.pt)
(mailto:honkytonkwomen@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Março de 2005 às 17:47
as lágrimas são um rio q transporta os sentimentos...ás vezes ficamos assim...pela vida...pelas coisas q nos acontecem...ou q qeria-mos fazer e n pudemos....jinhosAzorboy
(http://livretransito.blogs.sapo.pt)
(mailto:marco_Azor@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Março de 2005 às 13:13
eu choro quando estou só...quantas vezes quero gritar..chorar mas não posso,quantas vezes faço força para sorrir,quando o meu coração está tão apertado....faço coisas que me obrigam só para apaziguar a minha vida familiar......estou contigo no teu texto...e tiro o meu chapeu a quem conseguir dar a volta por cima da situação que descreves.fica beme
</a>
(mailto:esc3@sapo.pt)
De Anónimo a 24 de Março de 2005 às 10:22
LIndinha, o mais díficil já fizéste, foi admitir. agora tens é de ir à luta e mudfar o que está errado!inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2005 às 21:54
Não é possível voltar atrás e mudar o começo, mas é possível parar, começar novamente, e mudar o fim !!!
Beijinhos. Espero a tua visita em http://lovejohn.blogs.sapo.ptlovejohn
(http://www.lovejohn.blogs.sapo.pt)
(mailto:lovejohn@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2005 às 20:55
Bem tu ver se ficas masi alegre tá olha aqui fica uma beijoca para tiL.M
(http://luismiguel.blogs.sapo.pt)
(mailto:luismiguel.a@sapo.pt)
De Anónimo a 23 de Março de 2005 às 20:31
Querida Eu33 (falta um nome)
Hoje, choro contigo... mas se 33 é a idade, então "tudo" está por fazer, tem esperança e perseverança!
Um beijo
DanielDaniel Aladiah
(http://aladiah.blogspot.com)
(mailto:aladiah2005@hotmail.com)
De Anónimo a 23 de Março de 2005 às 19:02
Chorar, porquê?...
Chorar, para quê?...
Valerá a pena?...
Alguém o merecerá?...
...
Muitas perguntas ficam... muitas respostas ficam por dar... só espero que esse chorar poético te faça bem e faça sorrir...
...
Visita-me e Comenta-me em http://joepimenta.blogs.sapo.pt
ou em http://politicatsf.blogs.sapo.pt
...
Até breve...quero te limpar essas lágrimas... serão concerteza lágrimas d'ouro...
JoeJoe Pimenta
(http://joepimenta.blogs.sapo.pt)
(mailto:jfsilvasousa@hotmail.com)
De Anónimo a 23 de Março de 2005 às 18:54
Descobri o teu blog por acaso e adorei este poema, muito sinceramente. Tá demasiado tocante**PaperFlower
(http://www.paperflower.blogs.sapo.pt)
(mailto:hybryx_s_666@iol.pt)

Comentar post

.estou por aí... entre a realidade e os sonhos....

.pesquisar

 

.Dezembro 2005

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Até lá...

. Análise

. Pergunto...

. Alice perdeu o amor.

. Quarto sem luz ...

. Inocência perdida.

. Espaço vazio.

. Resistir (sem data de reg...

. Li algures...

. A olhar a minha rua.

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.subscrever feeds